sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Brasil tem quase 9 mil novos casos de chikungunya em apenas 4 semanas

Brasil tem quase 9 mil novos casos de chikungunya em apenas 4 semanas

O Brasil registrou um aumento de 8.877 casos de chikungunya em quatro semanas, de acordo com dados apresentados nesta quinta-feira, 8, pelo Ministério da Saúde. Até agora, foram contabilizados 259.928 casos da infecção, com 138 mortes suspeitas. O número é cerca de 10 vezes maior do que o que havia sido contabilizado no ano passado. Os indicadores de dengue também subiram no último mês, mas de forma menos expressiva.
Em cinco semanas, o salto foi de 17.585 casos, passado de 1458.355 para 1.475.940 infecções prováveis, com 601 mortes confirmadas. Os números apresentados pelo Ministério da Saúde mostram que o comportamento da chikungunya é bem diferente do que foi registrado com a zika, doença que provocou neste ano 210.897 casos suspeitos. No caso da zika, houve uma explosão da epidemia nos primeiros meses do ano, com pico de casos registrados em março. A queda do número de casos, porém, veio quase tão rapidamente quanto a expansão.
A partir de abril, os números começaram a cair de forma expressiva atingindo patamares pouco expressivos a partir de julho. No caso da chikungunya, no entanto, a doença se mostrou muito mais persistente. Neste ano, os casos atingiram o ápice em fevereiro e até maio, embora uma queda tivesse sido registrada, o número de novos casos ainda era bastante significativo. Até agora, foram identificados 16.763 casos prováveis de zika entre gestantes no Brasil.

Correio

Nenhum comentário: