terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Cantor mandou matar namorado para roubar salário, diz polícia

O DHPP vai solicitar à Justiça às prisões preventivas de Israel e Gabriel (E) - Foto: Ascom | Polícia Civil

O analista técnico do Ministério Público Federal, Wallace Souza Duarte de Oliveira, 40, foi assassinado a mando do namorado, o operador de telemarketing Gabriel de Araújo Rodrigues, 20, que planejou tudo para roubar o salário de cerca de R$ 7,8 mil que o analista estava para receber.
Israel Melo de Souza, 20, é apontado pela polícia como o executor do crime, ocorrido em 22 de junho deste ano. Israel é cantor da banda Vamo Nessa, ex-New Hit, segundo a polícia.

“Gabriel planejou tudo com o objetivo de retirar esse dinheiro. Ele sabia que a vítima ia receber salário naquele dia”, afirmou a delegada Clelba Teles, diretora adjunta do Departamento de Homicídios.
Segundo ela, Gabriel e Wallace mantinham um relacionamento íntimo há 2 anos. No dia 22/6, Gabriel marcou encontro com Wallace e o convenceu a dar carona a Israel.
A dupla levou Wallace a um terreno baldio na Rua Paquistão, região da Brasilgás, onde o torturaram antes de matá-lo. “Quando saíam juntos, Gabriel ficava observando a senha do cartão de Wallace, mas não sabia quais as letras. Gabriel e Israel o torturaram com chutes e murros para que Wallace dissesse qual era a senha de letras”, contou a delegada.
Depois, Wallace foi asfixiado e teve o corpo queimado por Israel. As chamas foram apagadas por PMs com o extintor da viatura. No dia 29/6, a família registrou o desaparecimento. O reconhecimento do corpo ocorreu no dia 21/7, quando o carro de Wallace (Siena, NYP-5657), foi encontrado no Parque São Bartolomeu.

A tarde

Nenhum comentário: