sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Medeiros Neto: Polícia suspeita que menino morto ao subir em muro foi baleado por menor

Um adolescente de 16 anos é suspeito de ter sido autor do disparo que matou o garoto de 13 anos em Medeiros Neto, no sul da Bahia. A vítima estava em cima de um muro para pegar manga e jaca de árvores que pertenciam a um terreno vizinho à casa onde morava. As informações são do delegado que investiga o caso, Jorge da Silva.

O garoto de 13 anos foi enterrado nesta quinta-feira (15), no cemitério Alto da Colina, em Medeiros Neto.
Conforme Silva, o terreno onde estavam as árvores das quais a vítima queria pegar as frutas pertence ao padrasto do adolescente suspeito de ter efetuado o tiro. À polícia, jovem de 16 anos negou a posse de arma e que tenha realizado o disparo.

"Ele [o adolescente] foi convidado junto a mãe para vir à delegacia, e a gente suspeita dele porque recebemos uma denúncia anônima de que ele tem uma arma. Quem denunciou mostrou a foto do adolescente, que ele mesmo [o suspeito] enviou através do whatsapp, com uma arma calibre 32 na mão. Ainda não achamos a arma, mas ele não deixa de ser suspeito. O perito já me confirmou que o menino foi atingido por uma arma calibre 32. Além disso, um dos irmãos do menor teria tido um probleminha com o suspeito, briga de criança, mas isso são informações iniciais de vizinhos que também apontaram que ele [o suspeito] tem envolvimento com pessoas ligadas ao crime, como tráfico de drogas", explicou.

Informações do G1

Nenhum comentário: