sexta-feira, 5 de maio de 2017

Atleta paralímpica baiana está em coma no Hospital Aliança


A nadadora paratleta Verônica Almeida, que disputou a Paralimpíada do Rio-2016 e concorre à Musa do Baianão 2017, está internada na UTI do Hospital Aliança, em coma induzido. Portadora da Síndrome de Ehlers-Danlos, doença degenerativa que faz com que as células parem de produzir colágeno, ela foi levada à unidade de saúde na segunda-feira (1º).
De acordo com amigos e familiares, Verônica começou a ter convulsões e, sem controle, precisou ser internada. A paratleta está acompanhada dos neurologistas Elias Pimenta e Aroldo Bacelar, mas a família pede ajuda de algum especialista na doença.
Verônica tem seu nome gravado no Guinness Book, o Livro dos Recordes, como a atleta mais rápida a nadar 10 km em mar aberto com apenas um braço. Em janeiro de 2015, ela fez a travessia Mar-Grande Salvador a nado borboleta e completou os 12,5 km em 4h52min57s. A história virou um documentário, lançado em fevereiro deste ano.

Correio

Nenhum comentário: