quarta-feira, 26 de julho de 2017

Salvador: Ação em comemoração ao Dia do Escritor espalha livros na Estação da Lapa


Eles ficaram espalhados por vários pontos da Estação da Lapa, eram cerca de 200 no total. Estavam nos bancos dos pontos de ônibus, dentro dos coletivos e no chão do terminal a espera de um novo dono. A intenção era que quem os encontrassem pudessem passar adiante. Afinal, o conhecimento de um livro deve ser compartilhado com todos. 
No Dia do Escritor, comemorado nesta terça-feira (25) a Fundação Gregório de Matos (FGM) resolveu participar de um ação nacional, onde os participantes deveriam esquecer um livro em algum ponto da cidade. A intenção do evento "Esqueça um Livro e Espalhe Conhecimento” era que os livros esquecidos fossem achados por outras pessoas.

A escolha do local para a realização da ação não foi à toa, já que na Lapa transitam cerca de 430 mil usuários por dia. Foi uma forma de fazer com que a literatura alcançasse o número máximo de pessoas, como explica Jane Palma, gerente de Biblioteca, Livro e Leitura da FGM. "É um espaço onde um grande volume de pessoas vão e voltam todos os dias. As pessoas, às vezes, precisam muito de uma iniciativa como essa para ter acesso ao mundo da leitura e nossa ação proporcionou esse contato", explica a gerente.
Entre os livros esquecidos estavam os do Selo João Ubaldo Ribeiro, publicados pela própria fundação, além de outros exemplares que foram desde os clássicos da literatura brasileira até as mais modernas revistas em quadrinhos. Todos doados pelo colaboradores da FGM e dos parceiros da ação, como o Serviço Social do Comércio (Sesc), a Fundação Cidade Mãe, a Santa Casa de Misericórdia, o Projeto Dom Quixote (Ufba), o projeto Livres Livros, a Editora Quarteto e a Rede de Bibliotecas Comunitárias de Salvador.

Correio

Nenhum comentário: