sábado, 2 de setembro de 2017

Baiano que perdeu mais de 100kg lança livro e quer motivar pessoas: 'É possível realizar os sonhos'

Antes e depois dos 100 kg perdidos (Foto: Acervo pessoal)

Personagem principal de uma história fantástica de superação, o publicitário soteropolitano Fabiano Lacerda, que após uma aposta com colegas de trabalho perdeu mais de 100 Kg em um ano, sem remédios ou cirurgia, lança neste sábado (2), na Livraria Cultura do Salvador Shopping, na capital baiana, o livro "A Aposta: As Motivações que Encontrei para Perder mais de 100 kg". No livro, Fabiano narra as motivações e desafios que enfrentou para deixar de ser um obeso mórbido e virar um atleta, saindo dos 192 kg para 91 kg.
O autor conta que até pensou em contratar alguém para escrever o livro, mas que optou por redigir tudo sozinho. "Queria entregar minha alma nesse livro, e achei que fazendo do meu jeito ficaria melhor", conta, acrescentando que toda a produção do livro foi financiada por ele, usando parte do dinheiro que ganhou na aposta - ele não revela o valor nem sob tortura, mas diz que teria que vender o carro, caso perdesse.
Fabiano, que tem 35 anos, e 1,83m, diz que tudo começou em outubro de 2014, quando pesava cerca de 192 kg. Os colegas de trabalho o desafiaram a perder 60 kg em seis meses. Cada um entrou com uma quantia em dinheiro mas, caso ele perdesse, teria que pagar o dobro do que cada um investiu. "Meu pai entrou com R$ 5 mil. Eu ia ter que pagar R$ 10 mil para meu pai. E quem conhece meu pai sabe que ele não ia dar desconto nenhum. Facilitaria o pagamento, mas não ia ter desconto", brinca. 
 O publicitário então correu para evitar o prejuízo e conseguiu perder os 60 kg em seis meses, só com exercícios físicos e reeducação alimentar. Contudo ele conta que ganhar a aposta foi um momento difícil. "Depois que eu perdi 60 kg, ainda era obeso mórbido. Eu ainda tinha que tomar uma decisão, e foi o momento mais difícil nesse processo de perda de peso. O ganhar a aposta foi o que me fez repensar no que eu realmente queria", conta. 
G1 Bahia

Nenhum comentário: