terça-feira, 12 de setembro de 2017

Jovem gay é espancado durante show sertanejo em Peruíbe (SP)

Jovem gay é espancado durante show sertanejo: 'Medo de morrer'

O operador de caixa Nilvã Lucena, de 23 anos, denunciou um caso de homofobia na noite de apresentação da dupla sertaneja Jorge e Mateus em Peruíbe (SP), no último domingo (10). O jovem foi agredido por seguranças que, segundo ele, o expulsaram da arena de shows sem motivo.
"Eu tinha saído do camarote e ido para a fila do banheiro. Estava mexendo no celular, quando um segurança veio e me deu uma 'gravata'. Ele me enforcou e eu comecei a sufocar", conta. Ele conta que, ao ser imobilizado, o vigia disse que o levaria para os fundos do palco para "conversar", disse ele.
De acordo com o G1, Nilvã chegou a gritar por socorro. "Quando eu vi, tinha cinco seguranças e eu estava no meio. Eu gritei, até que algumas pessoas me reconheceram e pediram para que parassem de me bater. Eu achava que eles estavam me confundindo com alguém, não consegui entender", relata.
"Alguém falou para eles soltarem esse 'rapaz'. Aí, um dos seguranças virou e disse: 'Rapaz não, viado'. Fui vítima de homofobia, sim. Ao mesmo tempo em que tinha vergonha, pois todo mundo me olhava, eu tinha medo de apanhar e morrer", completou.
Segundo a reportagem, o jovem vai processar a organização do evento. Nesta segunda-feira (11), Nilvã passou por exame de Corpo de Delito no Instituto Médico Legal (IML). "A polícia disse que vai investigar o caso. Eu espero isso", disse.

Nenhum comentário: