terça-feira, 17 de abril de 2018

EUA: Estudante brasileiro morre esfaqueado em universidade

EUA: estudante brasileiro morre esfaqueado em universidade

Um universitário brasileiro João Souza, aluno do primeiro ano de engenharia da Universidade de Binghamton, de Nova York, morreu esfaqueado na noite do último domingo (16). O jovem de 19 anos estava em seu dormitório, no campus da universidade, quando foi atacado por um colega, por volta das 22h30 (hora local). A vítima chegou a ser socorrida e levada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.
Após ser flagrado pelas câmeras de segurança da instituição, o suspeito foi detido nesta segunda-feira (17). As imagens mostram um jovem de pela clara, que no dia do crime usava um capuz escuro e vestia calças do mesmo tom. Ele teria fugido a pé do local após esfaquear o colega.
A universidade emitiu um comunicado afirmando que o crime não parecia se tratar de um ato aleatório, suspeitando que o aluno era alvo do suspeito. "Infelizmente, vivemos numa época em que a violência faz parte da sociedade e, numa universidade de mais de 17 mil alunos e vários milhares de professores e funcionários, há ocasiões em que a violência invade nosso campus", disse o presidente da universidade, Harvey G. Stenger. 
A vítima morava nos Estados Unidos desde que cursava a oitava série, segundo um antigo amigo de escola informou ao site de notícias Pressconnects. "Era um cara ótimo, sempre sorrindo e contando piadas", comentou Sammy Landino à imprensa local, em declaração reproduzida pelo G1. Ele e João Souza estudaram juntos durante anos, até se formarem em um colégio de Nova York, em 2017, onde o brasileiro era conhecido como estrela de futebol.

Nenhum comentário: