sábado, 14 de abril de 2018

Morre torcedor do Bahia baleado em atentado na sede da Bamor

Foto: Reprodução/Facebook
Torcedor Antônio Marco Sadela foi baleado no último domingo na sede da torcida organizada Bamor (Foto: Reprodução/Facebook)

O torcedor do Bahia Antonio Marcos Sadela, 49 anos, que foi baleado no ombro esquerdo em um atentado no domingo passado, na sede da Bamor, no Tororó, morreu por volta das 22h de sexta-feira, no Hospital Geral do Estado (HGE), onde estava internado. Ele também teve o pulmão atingido pela bala e estava hospitalizado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O enterro deve ocorrer às 16h deste sábado. O cemitério ainda não foi definido. Outros dois torcedores foram baleados no atentado, Daniel Sena Duarte, 20, atingido no abdômen, e Hugo dos Santos, 25, estão bem.
Antonio Marcos era auxiliar de portaria, mas atuava também como DJ nas horas vagas. "Ele tinha como hobby mixar músicas. Era DJ nas horas vagas e colecionador de disco de vinil", contou um amigo, que não quis de identificar. Na Bamor há 26 anos, ele era responsável pelo patrimônio da torcida, como faixas e bandeiras. "Nunca se envolveu com briga. Dificilmente se ouvia a voz dele", acrescentou o amigo.
Procurado pelo CORREIO, um porta-voz da diretoria da Bamor que pediu para não ser identificado, lamentou o ocorrido e disse que a torcida está de luto. Na ocasião do atentado, a Bamor emitiu uma nota. "Nossa diretoria vem a público reafirmar a sua posição de repúdio a todo e qualquer ato de violência e registrar que não tolera e nem promove nenhuma ação que represente fato agressivo dentro ou fora do estádio de futebol".

Correio da Bahia

Nenhum comentário: