quinta-feira, 31 de maio de 2018

Britânica de 12 anos é eleita a mais alta do mundo

Britânica de 12 anos é eleita a mais alta do mundo

Recém-nascida, Sophia Hollins vestia roupas de um bebê de três meses. Agora, aos 12 anos, a menina de Southampton, no Reino Unido, é conhecida como a pré-adolescente mais alta do mundo, segundo o Guinness Book ou Livro dos Recordes. Ela mede 1,88 metro.
Quase 50 cm mais alta do que a maioria dos colegas de escola, Sophia é notícia nos jornais britânicos desde que tinha seis anos. Hoje, conforme o Daily Mirror, a garota é mais alta do que próprios pais. "Eu sempre soube que era diferente. Eu sou a mais alta da minha turma desde o primeiro dia de aulas", contou Sophia.
A pré-adolescente foi diagnosticada com a Síndrome de Marfan aos oito meses de vida. Aos seis anos, media 1,20 metro. Aos dez, chegava a 1,55 metro. Apesar de declarar que não deseja crescer muito mais, Sophia disse não se importar com a altura que tem.
"A minha mãe me explicou o que era a Siíndrome de Marfan quando era pequena. É quem sou, tenho orgulho nisso". A Síndrome de Marfan, descrita pelo francês Antoine Marfan, em 1896, é uma desordem do tecido conjuntivo que causa o crescimento anormal dos membros (aracnodactilia).

Nenhum comentário: