terça-feira, 22 de maio de 2018

Salvador: Acusado de estuprar, matar e arrancar órgão genital de criança é condenado a quase 40 anos de prisão

Júri popular do homem apontado por estuprar e matar criança na Bahia ocorreu nesta segunda-feira, no Fórum Ruy Barbosa (Foto: Vanderson Nascimento/ TV Bahia)
Júri popular do homem apontado por estuprar e matar criança na Bahia ocorreu nesta segunda-feira, no Fórum Ruy Barbosa (Foto: Vanderson Nascimento/ TV Bahia)

Um homem acusado de estuprar, matar e arrancar o órgão genital de um menino de seis anos, no bairro Pernambués, em Salvador, no ano de 2014,foi condenado a 39 anos e nove meses de prisão, em júri popular realizado nesta segunda-feira (21), segundo informou o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).
O julgamento foi realizado no Fórum Ruy Barbosa, na capital. De acordo com o Ministério Público do Estado (MP-BA), autor da denúncia contra Pedro Damião Cruz Sena, o crime aconteceu em 14 de julho de 2014.

Caso: 
Coordenadora da Polícia Civil em Itabuna, para onde Pedro foi levado ao ser preso na cidade do sul da Bahia (Foto: Camila Anjos/TV Bahia)
Coordenadora da Polícia Civil em Itabuna, para onde Pedro foi levado ao ser preso na cidade do sul da Bahia (Foto: Camila Anjos/TV Bahia)
Conforme apontaram as investigações, Pedro Damião conheceu o menino em um semáforo de Salvador, onde os dois trabalhavam vendendo doces. O acusado disse que convidou a criança para comprar roupas em um shopping na região do Iguatemi, mas levou a vítima para um imóvel alugado na Rua Dilson Souza, no bairro de Pernambués. Depois de estuprar o garoto, o acusado matou o menino esfaqueado e carbonizou o corpo da vítima.
Antes fugir, Damião dormiu ao lado do corpo da vítima. A criança foi encontrada quatro dias após o crime, depois que os vizinhos de Pedro Damião denunciaram sentirem o mau cheiro vindo da casa. No imóvel, foi encontrado o corpo do menino já em estado de decomposição.

G1 Bahia

Nenhum comentário: