segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Diogo Vitor abandona tratamento e está sumido há dois meses no Santos

Diogo Vitor abandona tratamento e está sumido há dois meses no Santos

O atacante Diogo Vitor, suspenso por doping pela Fifa por substância presente na cocaína, corre o risco de sofrer rescisão contratual com o Santos. O jogador abandonou o tratamento estipulado pelo clube e já está sumido há dois meses. Ele nem sequer atende às ligações dos profissionais do clube paulista.
O Santos notificou Diogo Vitor via cartório e alega que o jogador assinou a notificação. Mesmo assim, o atacante continua desaparecido. Ele não compareceu a nenhum setor do clube neste período: Vila Belmiro, CT Rei Pelé ou categorias de base.
Por conta disso, o departamento jurídico do Santos já estuda duas medidas: suspender o salário de R$ 80 mil mensais de Diogo Vitor e até rescindir o seu contrato. Há uma cláusula no vínculo de Diogo Vitor com o Santos que permite rescisão contratual por conta de atrasos, noitadas e indisciplinas.
O tratamento de Diogo Vitor obrigava o jogador a realizar terapias com psicólogos, psiquiatras e assistentes sociais, contratados pelo clube paulista, além de manter o condicionamento físico visando seu retorno ao futebol após suspensão.
Diogo Vitor foi afastado preventivamente do futebol em 26 de abril por ter sido flagrado em exame antidoping -em seu organismo, constava uma substância presente na cocaína.

Noticias ao minuto

Nenhum comentário: